domingo, 24 de abril de 2011




Há alguns anos comprei e ganhei uns moldes da simplicity e a principio achei muito complicado. Agora resolvi fazer umas blusas e uns vestidinhos. Adivinha peguei os moldes.


E como tudo na vida vai do interesse estou começando a entender.



Não tenho pretensão de me tornar uma “Chanel” só quero me vestir bem mesmo estando à cima do peso. Sou muito feliz com meu corpo.
Por isso pedi ajuda a Graça Maranhão minha professora de corte costura. Ela tem um método próprio. “retangular”.


Mas por enquanto estou fazendo um vestido que tirei do molde simplicity de alcinha. Uma gracinha uso tecidos 100% algodão. Já fiz quatro vestidos.
Que vou passar tudo que aprender para vocês.
Com a ajuda da Graça no segundo vestido feito pelo molde simplicity já dei uma boa melhorada no acabamento.
No terceiro ela me ensinou a fazer uma transferência de pence.
Notamos uma sobra no decote.

Então a Graça marcou três cm de cada lado do decote e transferiu para a pence da lateral abaixo da manga. Deu muito certo.
Escolhi tecido para fazer um vestido de alcinha.
Modelo que já estou craque.
Vou tentar fazer o passo.





segunda-feira, 18 de abril de 2011

Novo rob "Tricô de Tiras"







Olá queridas amigas, que saudades!

Por vários motivos me afastei uma temporada. Mas agora estou de volta. Durante o tempo que estive longe aprendi algumas coisas novas que pretendo dividir com vocês, espero que gostem.

Vou começar por minha descoberta do tricô. Nossa, adorei aprender a construir um tecido com lã. As mais diversas texturas, estou adorando. Como sou uma “traça” de carteirinha fui apresentada ao tricô por minha aluna Patrícia Chiarello. Claro que eu conhecia, mas nunca tinha tido vontade de aprender, então um dia vendo uma peça que a Patrícia fez com as aparas de tecido, fiquei louca para aprender.

O legal é que tenho uma legião de professoras, cada uma com um truque, modelo, enfim foi ótimo para estreitarmos os laços de amizades. No natal fui para a Chapada para casa da minha amiga Rose. Ela esqueceu seu kit de viagem e dividiamos o meu tricô. Foi hilário nós desmanchávamos o tricô que fazíamos. Com D. Carmen aprendi e ganhei dela uma verdadeira relíquia: um livro antigo cheio de pontos e receitinhas de sapatinhos.

E com minha mãe de coração Graça Maranhão, com quem sempre tiro minhas dúvidas. Falarei dela nos próximos posts, ela é uma enciclopédia na arte dos trabalhos manuais. Bom meninas, espero que vocês tenham gostado. Até breve.


Abraços Ana Cuore